Notícias
Descoberta nova camada no olho humano

 

Os cientistas descobriram uma camada previamente desconhecido à espreita no olho humano. A parte do corpo recém-descoberta, chamada de camada de Dua, é uma estrutura magra, mas resistente, medindo apenas 15 microns de espessura


Um mícron é um milionésimo de um metro e mais de 25.000 microns correspondem a uma polegada. A camada fica na parte de trás da córnea, o tecido sensível e transparente bem na frente do olho humano, que ajuda a focalizar a luz recebida, dizem os pesquisadores.

O nome da nova camada deve-se ao seu descobridor, Harminder Dua, professor de oftalmologia e ciências visuais na Universidade de Nottingham. Dua disse em comunicado que a descoberta não muda somente o que os oftalmologistas sabem sobre a anatomia do olho humano, mas também irá tornar as operações mais seguras e mais simples para os pacientes com uma lesão nesta camada.

"Do ponto de vista clínico, há muitas doenças que afetam a parte de trás da córnea, que os médicos de todo o mundo já estão a começar a relacionar à presença, ausência ou rasgar desta camada", disse Dua num comunicado.

Dua e colegas, por exemplo, acreditam que um rasgo na camada de DUA é o que provoca a hidropisia córnea, que ocorre quando a água do interior do olho se precipita e conduz a uma acumulação de líquido na córnea. Este fenómeno é observado em pacientes com ceratocone, uma doença degenerativa do olho que faz com que a córnea assuma uma forma de cone.

A camada de Dua contribui para as cinco camadas previamente conhecidos da córnea: o epitélio corneano bem na frente, seguido da camada de Bowman, o estroma corneano, a membrana de Descemet e o endotélio corneano bem no fundo.

Dua e seus colegas descobriram a nova camada entre o estroma corneal e a membrana de Descemet através de transplantes de córnea e enxertos em olhos doados para a pesquisa. 

Injectaram pequenas bolhas de ar para separar as diferentes camadas da córnea e digitalizaram cada uma utilizando um microscópio electrónico. A pesquisa foi detalhada na revista Ophthalmology.

 

 

Copyright © 2018 Óptica Visual. Todos os direitos reservados